Câmara de Loulé disponibiliza apoio psicológico a alunos e encarregados de educação

Câmara de Loulé disponibiliza apoio psicológico a alunos e encarregados de educação

Covid-19: Com as escolas encerradas e a maior parte das famílias em confinamento nas suas residências, a Câmara Municipal de Loulé promove o acesso à Linha Educação Solidária (966 951 913), para mais uma medida de suporte à comunidade educativa no contexto pandémico.
Esta linha telefónica destina-se a todos os alunos que frequentam os agrupamentos de escolas do concelho de Loulé e constitui um serviço de aconselhamento psicológico para os jovens e os encarregados de educação. Foi criada com o objetivo de capacitar e disponibilizar ferramentas que promovam a saúde psicológica dos alunos e da dinâmica familiar.
Esta medida pretende também combater a desinformação sobre o coronavírus e atenuar os sentimentos de culpa, medo, ansiedade, assim como amenizar o impacto social da pandemia.
A linha funciona das 09h00 às 20h00 e conta igualmente com uma componente de apoio ao estudo, nomeadamente no acesso a fotocópias, impressões e outros documentos de estudo para os alunos que carecem destes meios.
Refira-se que esta iniciativa é um serviço integrado e prestado pelo Programa de Apoio à Psicologia Escolar (PAPE) e conta com o envolvimento dos psicólogos que fazem o acompanhamento psicológico e psicopedagógico a alunos nas escolas.
“Com base na premissa de que a escola é um espaço seguro, acolhedor e promotor do desenvolvimento e da saúde física e mental, a dimensão psicológica é essencial neste momento particularmente difícil para toda a comunidade.”, realçam os responsáveis municipais.
Recorde-se que, desde março de 2020, o Município de Loulé tem lançado um conjunto de medidas importantes no apoio à comunidade educativa que integram a “Estratégia de adaptação da Comunidade Educativa do Concelho de Loulé em Tempos de Pandemia Covid-19”, promovendo a máxima segurança sanitária, mas também, neste caso, o bem-estar social e psicológico dos alunos e famílias.

#covid-19 #loulecuidadesi
Fonte: CML