Carnaval de Loulé assinalado com iniciativas online

Carnaval de Loulé assinalado com iniciativas online

Covid-19: Apesar do cancelamento do Carnaval de Loulé nos moldes em que acontece anualmente e uma vez que o desfile do corso que atrai milhares de visitantes à cidade não irá acontecer em 2021, a Câmara Municipal de Loulé, entidade organizadora do evento, não quer deixar passar em branco este momento e irá promover algumas iniciativas alusivas a esta tradição fortemente enraizada na comunidade local.

“Vivemos momentos difíceis, com uma pandemia a afetar milhões de famílias em todo o mundo, e seria impossível organizar um Carnaval tal como o conhecemos, com o ajuntamento de público e o convívio entusiasmado entre os foliões. Mas estamos cientes da importância desta festa para os louletanos e não poderíamos deixar de assinalar e levar um pouco do espírito do Carnaval de Loulé a todos os que estão confinados”.
As principais iniciativas propostas pelo Município decorrerão online, permitindo que todos possam acompanhar este programa na segurança e conforto dos seus lares, sem colocar em causa o cumprimento das regras implementadas neste estado de emergência em que o país se encontra.
Nos dias 14, 15 e 16 de fevereiro, será divulgada nas redes sociais da autarquia, nomeadamente Facebook e Youtube, uma exposição virtual com imagens de antigas edições do corso, onde serão recordados os temas que têm servido de sátira ao desfile, a qualidade artística aplicada na execução dos carros alegórico ou a beleza dos fatos e adereços dos figurantes que, há mais de 100 anos, dão cor e alegria à Avenida José da Costa Mealha.
No dia 15 de fevereiro, a partir das 21h30, vai ser possível assistir a um Baile de Carnaval Online. O tradicional Baile de Gala no “Palácio” do Nera é este ano substituído por um baile emitido em streaming, através do Facebook da Câmara Municipal de Loulé. A partir do Auditório do Solar da Música Nova, a Orquestra Fora d´Horas leva à casa das famílias louletanas, mas também a todos os pontos do Globo, conhecidos temas do Carnaval, sobretudo muito samba, o que de certo constituirá um convite para um pezinho de dança na sala de estar ou em qualquer outro espaço improvisado nas habitações.
Apesar de a Avenida José da Costa Mealha, conhecida como o “sambódromo louletano”, não receber este ano os três dias de corso carnavalesco, a Autarquia de Loulé irá colocar alguns apontamentos decorativos alusivos ao Carnaval neste recinto, tal como noutras artérias do centro da cidade, a lembrar que, apesar das circunstâncias da pandemia, esta é uma festa que vive na alma louletana.
Criado em 1906, o Carnaval de Loulé é hoje uma verdadeira referência cultural para as gentes de Loulé, mas também um cartaz turístico da região e o principal evento realizado no Algarve durante a época baixa.

#covid9 #loulecuidadesi #loulenãopara
Fonte: CML